Álbum de Fotos do GT de FORMAÇÃO

Loading...

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Seminário "Resultados do Mapeamento da Economia Solidária em Pernambuco"

(Fonte: www.ufrpe.br)
A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), através do Departamento de Educação e em conjunto com instituições parceiras, promove o seminário gratuito "Resultados do Mapeamento da Economia Solidária em Pernambuco", que ocorre, no dia 04 de julho, das 8h30 às 18h, no Salão Nobre da UFRPE.
O seminário tem o objetivo de apresentar o resultado do mapeamento da Economia Solidária do Estado de Pernambuco e sensibilizar a sociedade civil e as autoridades públicas para uma discussão sobre políticas públicas sustentáveis.
O evento é coordenado pela UFRPE, em parceria o Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria Especial de Juventude e Emprego e Programa de Apoio ao Pequeno produtor; Comissão Gestora do Sistema Estadual de Informações em Economia; Financiadora de Estudos e Projetos Finep); Ministério do Trabalho e Emprego e Fundação Apolônio Salles (Fadurpe).
Comunidade universitária, gestores públicos, empreendedores e representantes das entidades que fomentam as ações e cadeias econômicas solidárias, estão convidados a participar do seminário.

Mais informações: (81) 3320.6585.

PROGRAMAÇÃO

8h30 - Abertura

9h às 10h30 Mesa Redonda - O mapeamento da Economia Solidária no

Brasil e seus resultados em Pernambuco.

10h45 às 12h30 Mesa Redonda - O mapeamento da Economia Solidária e a organização de redes e cadeias econômicas solidárias: a voz dos empreendimentos.

13h30 às 15h30 Mesa Redonda - O mapeamento da Economia Solidária e as Finanças Solidárias como estratégia para o desenvolvimento local e sustentável.

15h30 às 18h Mesa Redonda - Políticas Publicas e Economia Solidária.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Resumo de Atividades do GT de Formação no V Festival

Equipe do Grupo de Trabalho de Formação (GTF): Éder Leão, Renata Holanda, Thiago Dias e Sofia Leal (NECSO-UFPE); Marco Antônio Levay e Luiz Alves (Associativismo – Prefeitura do Recife); Michelle e Cristiany (Casa da Mulher do Nordeste); Ana Dubeux (Incubacoop/UFRPE)

Breve Resumo das Atividades do GT de Formação do V Festival da EPS-PE

- Realização de 3 mini-cursos, 1 palestra e 5 oficinas. Foram utilizados 3 espaços: 2 salas fechadas climatizadas e 1 sala externa aberta. Todas as oficinas tiveram materiais de expediente disponíveis para suas atividades, esses materiais foram doados pelas entidades responsáveis pelo GTF: Prefeitura do Recife, Núcleo de Economia Solidária da UFPE e Casa da Mulher do Nordeste.
- Criação de um site para postar informações sobre as atividades do GT de Formação e também do V Festival da Economia Popular Solidária de Pernambuco (
www.formacao-ecosol.blogspot.com). No mesmo site foram disponibilizados diversos arquivos referentes ao GT e de outras atividades do V Festival.
- Criação de Álbum de Fotos: Foram tiradas fotos de todas as oficinas, mini-cursos, palestra e de outras atividades do Festival, que estão disponíveis no Álbum Virtual que pode ser visto no site do GT de Formação. Algumas oficinas tiveram também algumas atividades filmadas, mas somente a oficina Economia Solidária: Outra Economia Acontece! proferida pelo NECSO foi totalmente filmada.
- Divulgação das atividades formativas começou com 1 mês de antecedência, com a divulgação da programação, que no decorrer teve algumas alterações. Além do uso de mala de direta de emails, também a criação do site contribuiu para divulgação, transparência e clareza das informações e ações do GT de Formação e de suas atividades, que constantemente eram atualizadas e divulgadas. Foi criado também um boletim virtual, que foi distribuído virtualmente e disponibilizado no site do GT de Formação. Nos dias do V Festival, os membros do GT de Formação, afixaram em todos os stands mini-cartazes com a programação das atividades formativas e antes do início de cada oficina ou mini-curso passavam em frente a todos os empreendimentos para convidar para participar.
- Foram aplicados em todas atividades formativas um questionário de avaliação pelos participantes.

QUADRO DE ATIVIDADES FORMATIVAS REALIZADAS

MINI-CURSOS – (SALA MARACATU)

Título: ASSOCIATIVISMO, COOPERATIVISMO E ECONOMIA SOLIDÁRIA
Entidade: Prefeitura do Recife
Responsável: Luiz Alves (alves_luiz@bol.com.br / 3224 7872)
Oficineir@s: Luiz Alves, Marco Antônio Levay (apoio)
Data: 30.11 e 01.12.2007 (sexta e sábado) (Sala: Maracatu)
Número de Participantes: 17
Carga Horária do Mini-Curso: 8

Título: FORMAÇÃO DE TECNOLOGIAS SOCIAIS E AMBIENTAIS DA ECONOMIA SOLIDÁRIA
Entidade: Ciranda Solidária – Rede Economia Solidária de Olinda
Responsável: Thomas Enlazador (3326 6771 /
ecopedagogia@gmail.com)
Oficineir@s: Thomas Enlazador
Data: 30.11 (sexta) - Sala: Mangue (Mercado de Trocas Solidárias)
Número de Participantes: 7
Carga Horária do Mini-Curso: 4

Título: PLANO DE NEGÓCIOS PARA EMPREENDIMENTOS ECONÔMICOS SOLIDÁRIOS
Responsável: Marcelo Rodrigues da Silva (rodrigues-ms@hotmail.com / 8846-1371)
Oficineir@s: Marcelo Rodrigues da Silva
Data: 29.11 a 01.12.2007 (quinta a sábado) (Sala: Maracatu)
Número de Participantes: 18
Carga Horária do Mini-Curso: 8

OFICINAS – (SALA FREVO)

Título: COMÉRCIO JUSTO: RUMO AO SISTEMA BRASILEIRO DE COMÉRCIO JUSTO
Entidade: UNICAFES
Responsável: Christiane Almeida (3323 6609 / basenacional@yahoo.com.br)
Data: 29.11 (quinta) (a entidade não compareceu)

Título: ARTE-EDUCAÇÃO PARA TECNOLOGIAS SOCIAIS EM ECONOMIA SOLIDÁRIA (ORIGAMI)
Entidade: Ciranda Solidária – Rede Economia Solidária em Olinda
Responsável: Rosana Bezerra (3439 0910 /
ecopedagogia@gmail.com)
Oficineira: Marilda Marinho
Data: 29.11 (quinta) (Sala: Frevo)
Número de Participantes: 6
Carga Horária da Oficina: 4

Título: ECONOMIA SOLIDÁRIA: OUTRA ECONOMIA ACONTECE!
Entidade: Núcleo de Economia Solidária da UFPE (NECSO)
Responsável: Éder Leão (8851 6080 /
necsoufpe@gmail.com)
Oficineir@s: Éder Lira de Souza Leão, Thiago Ferreira Dias e Sofia Leal Batista
Data: 30.11 (sexta) (Sala: Frevo)
Número de Participantes: 11
Carga Horária do Mini-Curso: 4

Título: FUNDOS COMUNITÁRIOS DE APOIO A GERAÇÃO DE RENDA – UMA EXPERIÊNCIA DE FINANÇAS SOLIDÁRIAS
Entidade: Fundo Rotativo da Ação da Cidadania (CRED CIDADANIA)
Responsável: Jorgete Oliveira (3423 9577 /
credcidadania@veloxmail.com.br)
Oficineir@s: Jorgete Oliveira, Jadson Fonseca e Adielson Floro
Data: 30.11 (sexta) (Sala: Frevo)
Número de Participantes: 19
Carga Horária da Oficina: 4

Título: FABRICAÇÃO DE SABÃO A PARTIR DE ÓLEO COMESTÍVEL USADO
Entidade: Sabão Ecológico
Responsável: Gabriela Souza (3053 0919 /
sabaoecol@yahoo.com.br)
Oficineir@s: Gabriela Souza Cavalcanti, Adauto Alex dos Santos, Fellipe Ricardo Pinto de Oliveira, Vânia Fernandes Pereira de Melo
Data: 01.12 (sábado) (Sala: Externa)
Número de Participantes: 56
Carga Horária da Oficina: 4

Título: PERMACULTURA: UM CAMINHO PARA A SUSTENTABILIDADE
Entidade: Alunos da disciplina de Economia Ambiental – CCB-UFPE
Responsável: Adriana Ayub (9609 3525 / 8800 0528 /
ayub.adriana@gmail.com)
Oficineir@s: Adriana Ayub, Diele Lobo, Bruno Paes Castelo Branco e José Antônio César
Data: 01.12 (sábado) (Sala: Externa)
Número de Participantes: 18
Carga Horária da Oficina: 4

PALESTRA

Título: MOVIMENTO NACIONAL PRÓ-REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE ARTESÃO
Entidade: SINDAREM e FACARPE
Responsável: Vani Mariss (sindarem@yahoo.com.br / 30531997)
Palestrantes: Vani Mariss e Izabel Gonçalves
Data: 30.11 (sexta) (Sala: Frevo)
Número de Participantes: 19
Carga Horária da Palestra: 2

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

V Festival da Economia Popular Solidária de Pernambuco

Veja a relação de empreendimentos e demais informações sobre o V Festival da Economia Popular Solidária de Pernambuco (www.fbes.org.br/pe)
(clique na imagem para ampliar)

terça-feira, 13 de novembro de 2007

PROGRAMAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS DO V FESTIVAL DA ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA DE PERNAMBUCO

(clique na imagem para ampliar)

MINI-CURSOS (Sala Maracatu)

Título: Associativismo, Cooperativismo e Economia Solidária
Entidade: Prefeitura do Recife
Responsável: Luiz Alves (alves_luiz@bol.com.br / 3224 7872)
Data: 30.11 e 01.12.2007 (sexta e sábado) / Horário: 8h30 às 12h30 (Sala: Maracatu – Número de Vagas: 20)
Objetivos
Contribuir para a ampliação dos conhecimentos em Economia Solidária dos empreendedores do Estado de Pernambuco.
Plano de Aula
(1° Dia)
- Discussão sobre os modelos de organização solidária dos trabalhadores, incluindo histórico com principais causas e suas respectivas conseqüências.
- Economia Solidária como alternativa dos trabalhadores ao desemprego
(2° Dia)
- Modelos associativistas e cooperativistas

Título: Formação de Tecnologias Sociais e Ambientais da Economia Solidária
Entidade: Ciranda Solidária – Rede Economia Solidária de Olinda
Responsável: Thomas Enlazador (3326 6771 / ecopedagogia@gmail.com)
Data: 30.11 e 01.12.2007 (sexta e sábado) / Horário: 14h às 18h (Sala: Mangue – Número de Vagas: 30)
Objetivos
- Difundir novas práticas alternativas da economia solidária que perpassem por uma consciência ecológica e sejam autônomas e endógenas na sua forma de desenvolvimento.
- Capacitar coletivos para a criação de mercados de trocas em suas comunidades
- Mostrar alternativas de consumo sustentável e sensibilizar para práticas que fomentem a cidadania planetária.
Plano de Aula
Curso com Dinâmicas de Grupo para A Sensibilização e Conscientização das Ferramentas que Integram Ecosol e Ecologia, dar-se-á em 3 Módulos utilizando recursos de apresentação em data-show e pequenos vídeos documentários, a didática será participativa integrando os educandos para a formação de redes.
O modulo de MTS culminará na práxis do mercado durante o festival, sendo os participantes co-gestores das trocas
(1° Dia) Consumo crítico, ético e solidário
1.a – Introdução e diferenças nas distintas modalidades de consumo;
1.b – Analise crítica do consumismo;
1.c – Histórico das grandes transnacionais e seus impactos;
1.d – Impacto e a degradação proveniente da criação de gado;
1.e – A máfia dos venenos (multinacionais agroquimicas e seus impactos);
1.f – O universo infantil descartável;
1.g – A capitalização do feminino;
1.h – Alternativas para minimização da pegada ecológica no planeta.
(2° Dia) criação de mercado de trocas solidário e moedas sociais complementares
2.a – Filme sobre mercado de trocas na argentina e curta da SENAES
2.b – Histórico sobre a troca clássica
2.c – O dinheiro
2.d – Introdução sobre a moeda solidária (usos e diferenças)
2.e – A construção de um mercado de trocas
2.f – A expansão dos mercados de trocas
2.g – Como implementar um MTS em sua comunidade (passo a passo)
2.h – Dinâmica de trocas durante o encontro

Título: Plano de Negócios para Empreendimentos Econômicos Solidários
Responsável:
Marcelo Rodrigues da Silva (rodrigues-ms@hotmail.com / 8846-1371)
Data: 29.11 a 01.12.2007 (quinta a sábado) / Horário: 14h às 18h (Sala: Maracatu – Número de Vagas: 20)
Objetivos
- Desenvolver de maneira participativa o plano de negócios numa perspectiva autogestionária do trabalho coletivo;
- Criar ambientes coletivos saudáveis para o desenvolvimento do projeto cooperativo;
- Descobrir formas sustentáveis de viabilidade de negócios na linha da economia solidária;
- Viabilizar negócios que potencialize o conhecimento tácito da localidade.
Plano de Aula
(1º DIA)

Dinâmica de acolhimento
- Apresentação da turma:
Dinâmicas
1. Para apresentação da turma: distribuição de balas em pares para que cada um possa apresentar o outro que está com a bala igual a sua;
- Apresentação e discussão do conteúdo;
- Contrato de convivência – breve;
Objetivo
Apresentar e discutir as questões do mundo do trabalho globalizado, relações de gênero e economia solidária.
Desenvolvimento
O mundo do trabalho – relações de trabalho no mundo globalizado, relações de gênero e economia solidária;
Definições e conceitos chaves para negócios da economia solidária;
Pesquisa em grupo - formação de subgrupos organizados: distribuição de quantidade de cartões X com figuras de animais de modo que cada um procure seu parceiro e emita um som e se aproximem.
- Todos sairão da sala de aula e pesquisarão junto aos empreendedores do V Feps. Pergunta: como iniciaram no negócio e como conheceram a economia solidária? Contar a trajetória do empreendimento coletivo, dificuldades, superação, momentos felizes e situação atual.
3. Intervalo;
4. Elaboração de painéis e apresentação das experiências;
5. Discussão e considerações sobre os trabalhos apresentados.
Avaliação
Aprendizado, troca, sentimentos, criticas.
Os cursandos trarão objetos pessoas de valor sentimental para falar sobre ele no dia seguinte. Histórias de vida, desafios superados...
(2 º DIA)
Dinâmica de acolhimento
- Refletir sobre as experiências negativas já vividas pelo grupo que tentou realizar um negócio e a falta de motivação;
- Rápida apresentação dos objetos e reflexão sobre a questão de identidade e sentimento de pertencimento.
Leitura do texto: e a vaquinha foi pro brejo ou aprendendo a planejar;
Discussão do texto;
Objetivo
Discutir e criar uma proposta de plano e ação para o negócio desejado;
Desenvolvimento
Exposição sobre as várias formas de economia solidária e que devemos considerar quando pensamos num negócio – as diferentes dimensões do negócio: ambiental, econômica, organizativa, de inovação tecnológica e articulação.
Trabalho em grupo:
- Cada subgrupo desenvolverá, sob a orientação do facilitador, o seu negócio considerando os vários aspectos da vida produtiva no empreendimento e as diversas vertentes para o desenvolvimento do negócio coletivo sustentável;
Intervalo;
- Apresentação e discussão dos trabalhos;
Avaliação
Fazer fechamento em plenário na perspectiva da consolidação da aprendizagem, chegando ao consenso e compartilhando idéias.
(3º DIA)
Dinâmica de acolhimento
- Qual a importância do planejamento para o negócio?
- Formando uma opinião política sobre a questão de formação do empreendimento associativo.
Objetivo
Discutir e criar uma proposta de plano sistematizado e ação para o negócio;
Desenvolvimento
O negócio quando não tem planejamento: conseqüências do não planejamento e suas interfaces;
As diferentes formas de organização (cooperativa, associação, empresa e sindicato);
Apresentação de roteiro básico para elaboração de projeto;
Metas a atingir
- Estabelecer roteiro básico para a elaboração do projeto coletivo;
Avaliação
Exposição individual sobre a importância da capacitação através da teia de barbante.

OFICINAS (Sala Frevo)

Título: Comércio Justo: Rumo ao Sistema Brasileiro de Comércio Justo
Entidade: UNICAFES
Responsável: Christiane Almeida (3323 6609 / basenacional@yahoo.com.br)
Data: 29.11 (quinta) / Horário: 8h30 às 12h30 (Sala: Frevo – Número de Vagas: 20)
Objetivos
Sensibilizar e debater sobre o comércio justo no Brasil, tendo como foco a Instrução Normativa de Comércio Justo
Plano de Aula
- Apresentação geral do contexto do movimento de economia solidária e comércio justo no Brasil
- Principais experiências de comércio justo
- A Instrução Normativa de Comércio Justo e os empreendimentos solidários.
- Exposição dialogada, texto para debate, convidados para debate.

Título: Arte-educação para tecnologias sociais em economia solidária (Origami)
Entidade: Ciranda Solidária – Rede Economia Solidária em Olinda
Responsável: Marilda Marinho (3439 0910 /
ecopedagogia@gmail.com)
Data: 29.11 (quinta) / Horário: 14h às 18h (Sala: Frevo – Número de Vagas: 15)
Objetivos
– Proporcionar aos participantes uma reflexão sobre uma economia mais justa e solidária, enquanto confeccionam peças de origami para participarem do Mercado de Trocas.
– Promover experiência prática para sensibilização para entrar em contato com as bases da economia solidária através de uma produção sustentável.
– Estimular a produção de obras de arte com papéis reciclados, promovendo assim uma conscientização para a preservação do meio ambiente.
Plano de Aula
Oficina prática está subdivida em 4 partes distintas de uma hora cada.
Parte I: iniciará com abertura composta por apresentações pessoais entre o grupo e os profissionais envolvidos, levantamentos de necessidades, interesses e embasamento no âmbito da ECOSOL, seguidos de debates sobre a importância das árvores na produção do papel e a devastação do meio ambiente, e a confecção e de peças de origami de papel reciclado.
Parte II: será destinada para os debates estimulados sobre consumo consciente e uma abordagem de economia solidária com base em práticas prossumidoras mais justas. A metodologia vai sugerir trabalho em grupos de 4 a 5 integrantes para comporem cartazes através do uso das peças confeccionadas anteriormente como forma de avaliar os resultados da reflexão e estes serão trocados entre os grupos iniciando a apresentação prático-reflexiva sobre o Mercado de Trocas.
Parte III: será destinada à confecção de peças de origami com papéis coloridos colorplus.
Parte IV: será para a confecção de móbiles de origamis para resultar em produtos para trocas no Mercado de Troca e fechamento com levantamento de feedbacks que avaliem se os objetivos foram alcançados.

Título: Economia Solidária: Outra Economia Acontece!
Entidade: Núcleo de Economia Solidária da UFPE (NECSO)
Responsável: Éder Leão (8851 6080 / necsoufpe@gmail.com)
Data: 30.11 (sexta) / Horário: 8h30 às 12h30 (Sala: Frevo – Número de Vagas: 20)
Objetivos
Divulgar o material da campanha nacional Economia Solidária: Outra Economia Acontece!
Plano de Aula
1° Momento – Dinâmica (Acolhida) – (40’)
- (Formar 4 grupos ou fazer de forma individual). Cada um receberá 2 folhas de papel A3 e pincéis atômicos. Na primeira folha terão que expressar livremente (texto e/ou desenho) sobre suas opiniões em relação ao V Festival da EPS. Após terminarem, também irão expressar livremente na segunda folha qual sua contribuição para o desenvolvimento no movimento da economia solidária em Pernambuco;
- Após a conclusão da atividade, serão apresentadas os textos e/ ou os desenhos.
2° Momento – Apresentação e Exposição do Conteúdo – (40’)
(uso de material impresso e digital – Cartilha, DVD e CD da Campanha)
(uso de vídeo – CD – Zezeh Barbosa)
(uso de tarjetas coloridas, fita adesiva e pincel atômico)
- O que é Economia?
- O que é Solidariedade?
- O que é Economia Solidária?
3° Momento – Problematização (uso de cartilha sobre experiências) – (40’)
- As Experiências em Economia Solidária no Mundo, no Brasil e em Pernambuco
4° Momento – Desenvolver Produto da Oficina – (1h)
(Opção 1: Produzir um programa de rádio e outro de vídeo com os participantes do V Festival da EPS - será necessário produzir roteiro, escolher entrevistado, cada programa terá que ter 3 minutos no máximo. Os vídeos serão colocados no YouTube e no site do GT de Formação)
(Opção 2: Formar grupos de 4, onde cada um terá de discutir e avaliar o material da campanha nacional de economia solidária. Os grupos terão de escrever uma carta para o Diretor de Estudos e Divulgação da SENAES - Roberto Marinho. Será entregue envelopes de carta, selos e o papel)
5° Momento – Vivência da Oficina (avaliação da oficina) – (30’)
- Apresentação dos Produtos

Título: Fundos Comunitários de Apoio a Geração de Renda – Uma experiência de Finanças Solidárias
Entidade:
Fundo Rotativo da Ação da Cidadania (CRED CIDADANIA)
Responsável: Jorgete Oliveira (3423 9577 / credcidadania@veloxmail.com.br)
Data: 30.11 (sexta) / Horário: 14h às 18h (Sala: Frevo – Número de Vagas: 20)
Objetivo
Socializar com os participantes do Festival a experiência vivida por dois Fundos Comunitários, um na área rural e outro no urbano.
Plano de Aula
- Apresentações
- O que é um Fundo Comunitário auto-gestionado
- Origem dos Recursos
- Autogestão
- Gestão de conflitos e o regimento interno
- Lidando com a burocracia e controles
- Resultados alcançados

Título: Fabricação de Sabão a partir de óleo comestível usado
Entidade:
Sabão Ecológico
Responsável: Gabriela Souza (3053 0919 /
sabaoecol@yahoo.com.br)
Data: 01.12 (sábado) / Horário: 8h30 às 12h30 (Sala: Externa – Número de Vagas: 20)
Objetivos
Fabricação de sabão a partir do óleo de cozinha usado; venda do sabão que foi fabricado; dar a possibilidade para a própria comunidade de ganhar dinheiro com as vendas desse produto; Diminuir o impacto causado ao meio ambiente pelo descarte do óleo na natureza;
Plano de Aula
1° momento: Apresentação dos idealizadores do projeto;
2°momento: Dinâmica de grupo para a integração do público;
3° momento: Apresentação do projeto;
4° momento: Leitura do texto: Atitudes sustentáveis: o primeiro passo para uma vida melhor
5º momento: Discussão do texto
6° momento: Prática de fabricação do sabão
7° momento: Encerramento da oficina (espaço para sugestões e outras discussões pertinentes)
Título: Permacultura: Um Caminho Para a Sustentabilidade
Entidade: Alunos da Disciplina de Economia Ambiental (CCB/UFPE)
Responsável: Adriana Ayub (9609 3525 / 8800 0528 / ayub.adriana@gmail.com)
Data: 01.12 (sábado) / Horário: 14h às 18h (Sala: Externa – Número de Vagas: 20)
Objetivos
Apresentar os princípios e conceitos da Permacultura como uma alternativa viável ao desenvolvimento sustentável (DS).
Plano de Aula
A oficina está dividida em 4 módulos com duração de uma hora cada.
1- Crise ambiental
O que é desenvolvimento sustentável?
O que é, onde e como surgiu a permacultura?
Princípios éticos e de design da permacultura.

2- Apresentação dos princípios de design.

3- Projeto prático.

4- Discussão

PALESTRA (Sala Frevo)

Título: Movimento Nacional Pró-Regulamentação da Profissão de Artesão
Entidade:
SINDAREM e FACARPE
Responsável: Vani Mariss (sindarem@yahoo.com.br / 30531927)
Data: 30.11 (sexta) / Horário: 18h às 19h (Sala: Interna – Número de Vagas: livre)
Objetivo
Informar aos artesãos e artesãs sobre o andamento da luta pela regulamentação da profissão, a nível nacional e estadual. Engajar os artesãos e artesãs neste movimento e informar sobre os avanços e ações dessas duas entidades em pró dos Artesãos do Estado.